O fundo imobiliário faz sentido para você? Leia e descubra

Uma das promessas entre os melhores investimentos para 2020, o fundo imobiliário está em alta na cotação dos investidores. É um tipo de investimento atraente por vários aspectos, mesclando vantagens como a liquidez da renda variável com a solidez do investimento em imóveis.

Se você quer saber se essa aplicação deve estar na sua carteira, este artigo tem as informações que você procura.

O que é fundo imobiliário?

Os Fundos de Investimento Imobiliário (FFIs) são formados por grupos de investidores que entregam seus ativos para que um gestor invista em empreendimentos imobiliários, que podem ser um edifício comercial ou residencial, shopping center, hospital etc.

Uma vantagem desse tipo de aplicação é a possibilidade de participar de um empreendimento de alto valor, no qual cada indivíduo conseguiria investir sozinho. É bom lembrar que, apesar de ser o titular das cotas, o investidor não possui direito real sobre os imóveis, que pertence ao gestor do fundo.

Esse tipo de fundo reúne características de diferentes investimentos. Além da maior rentabilidade em relação à renda fixa, os FIIs apresentam maior liquidez do que comprar um imóvel. Ao mesmo tempo, são menos voláteis que ações, apesar de também serem comercializados pela Bolsa de Valores.

Os fundos imobiliários são isentos de Imposto de Renda e o cotista recebe, periodicamente, os dividendos de seu empreendimento, atraindo aqueles que planejam “viver de renda”.

Como funcionam os fundos imobiliários dos EUA?

Apesar de os FIIs estarem ganhando maior visibilidade no Brasil nos últimos anos, eles já são um investimento muito popular nos Estados Unidos.

Os REITs (Real Estate Investment Trust), como são chamados os fundos imobiliários americanos, são comercializados desde a década de 60. Para se ter ideia do mercado dos REITs, em março de 2019, haviam 225 fundos listados nas bolsas americanas, enquanto os brasileiros somavam 179 listados.

Os fundos americanos têm apresentado retornos elevados tanto no curto quanto no longo prazo e atraem investidores de diversos perfis. Nos últimos dez anos, o ganho médio registrado foi de 18,3%.

Os Fundos Imobiliários são para você?

Os FIIs são uma ótima opção para investidores que querem diversificar sua carteira, visto que sua relação risco x retorno é apreciada por diferentes perfis de investidores.

Se você valoriza as vantagens dos fundos imobiliários apresentadas neste artigo, pode ser uma boa ideia incluí-los em suas aplicações.

É possível, inclusive, investir em REITs. Para isso, é preciso abrir uma conta em uma corretora no exterior. É importante ficar atento aos impostos tanto americanos quanto brasileiros nesse caso, além dos custos para a transferência internacional do capital, para que seu investimento seja um bom negócio.

No caso dos FIIs, também é preciso ter uma conta em uma corretora de valores, pela qual as cotas são negociadas na Bolsa. Em ambos os casos, lembre-se de estudar as opções de fundos, considerando os imóveis que integram as carteiras e o histórico de rentabilidade. Depois da escolha feita, a negociação acontece no mercado de ações.

Se você gostou do conteúdo deste artigo, assine a nossa newsletter e receba o melhor conteúdo sobre investimentos financeiros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *