Guia completo de como minimizar os impactos da COVID-19 no seu orçamento

Entre todos os impactos que a COVID-19 está causando, as consequências na área da saúde e da economia são as que mais preocupam as pessoas. Os setores econômicos de todos os países estão sofrendo prejuízos e o surto no Brasil pode reduzir muito o crescimento do nosso país.

Por conta da instabilidade, é preciso ter cautela na hora de investir dinheiro e todas as ações que forem realizadas nesse período envolvendo valores devem ser minuciosamente planejadas. Todas as estratégias possíveis devem ser utilizadas para ajudar os pequenos negócios e as pessoas jurídicas a reorganizar suas finanças durante a crise.

Deseja saber como minimizar os impactos da COVID-19 no seu orçamento? Continue a sua leitura!

Implicações econômicas causadas pela crise da COVID-19

A crise da COVID-19 afeta os departamentos das empresas de todos os segmentos, afinal, os colaboradores que são peças-chave tiveram as suas atividades suspensas no período da quarentena. Isso é sinônimo de perdas financeiras para os negócios, inclusive para o bolso da maioria dos cidadãos. Entre os principais fatores que podem afetar as empresas estão:

  • falta de caixa;
  • baixa nas vendas;
  • economia oscilante no país.

Nesses casos, a tomada de decisões rápida e estratégica pode ser crucial para que as empresas continuem funcionando e para que as pessoas não passem por problemas econômicos graves.

Como as empresas foram afetadas

Com a chegada da pandemia do coronavírus, muitas empresas tiveram a sua produção afetada, não apenas pelas medidas de isolamento adotadas pelo governo, mas também pela crise que as indústrias chinesas já estavam enfrentando. Isso tudo está relacionado ao fato de que o cenário industrial mundial depende muito das indústrias chinesas. Empresários do mundo inteiro foram afetados, principalmente dos países:

  • Alemanha;
  • Coreia do Sul;
  • Japão;
  • Itália;
  • França;
  • Estados Unidos.

Esses países perceberam que enfrentariam uma grande dificuldade a partir do início do contágio pelo coronavírus, tendo em vista que adquirem peças e outros itens que são produzidos com baixo custo pelos chineses.

Empresas de grande porte, como a Renault e a Apple, tiveram que agir rapidamente e até mesmo suspenderam as atividades em suas fábricas. Além disso, as bolsas de valores do mundo inteiro tiveram quedas consideráveis nas suas capitalizações.

Quais medidas tiveram que ser tomadas

Medidas de higiene como lavar as mãos mais vezes ao dia com água e sabão, limpeza de ambientes, uso de máscaras e isolamento social foram aplicadas em todas as regiões do Brasil. Tudo isso foi feito para que a doença não se espalhe de maneira exponencial.

Essas alterações de comportamentos causaram mudanças no mercado – positivamente para alguns, mas negativamente para a maioria. As vendas nas farmácias e indústrias de produtos de limpeza aumentaram, porém, as lojas de varejo e os restaurantes enfrentam uma grande dificuldade.

Essas medidas mexeram consideravelmente no cenário socioeconômico nacional. A realidade das empresas mudou e todos estão tendo que adotar medidas diferenciadas para continuar desenvolvendo os seus negócios, como o delivery e o home-office.

Demissões em massa

Em muitos lugares e empresas de todos os ramos as demissões em massa estão acontecendo. Algumas autoridades estão intervindo em favor da população, determinando a reintegração dos trabalhadores. Elas afirmam que os funcionários estavam impedidos de sair de suas casas e que por essa razão não devem ser penalizados.

Inúmeras empresas não têm mesmo condições de continuar com os funcionários e acabam precisando cancelar diversos contratos de colaboradores e fornecedores. Por isso, é importante ficar atento e tomar algumas atitudes para manter sua família e seus negócios em uma situação razoável.

Saiba agora o que fazer para se prevenir dessa crise

Para se prevenir dessa crise, é importante reestruturar os negócios, bem como modificar algumas maneiras de pensar e de agir. Abaixo, você vai conferir alguns passos para que os impactos negativos da COVID-19 sejam os menores possíveis em seu dia a dia!

Analise os gastos

Em tempos de COVID-19, fazer uma análise de todos os gastos é primordial. Faça uma distinção de tudo que é essencial, o que é importante e o que pode ser considerado supérfluo. Após avaliar com calma, é necessário definir ações, por exemplo:

  • cortar TV a cabo;
  • verificar pacotes de internet;
  • analisar pacotes de telefone fixo.

Cada caso deve ser analisado e a real necessidade de cada serviço deve ser levada em consideração.

Cuidado com o consumo exagerado

Esse é o momento ideal para conter atitudes que levam ao consumo exagerado. Economize os seus recursos, já que o futuro está incerto e ninguém sabe quando a pandemia vai ser freada. Enquanto não descobrirem uma vacina, procure gastar somente com aquilo que for indispensável.

Lide com as dívidas

Talvez você tenha que cortar gastos supérfluos para manter o pagamento das dívidas em dia. Use seu aparelho celular para gerar boletos por meio dos aplicativos das lojas e para pagar as faturas que chegam pelos Correios. Uma ótima opção é incluir as suas despesas na modalidade débito em conta.

A importância do planejamento financeiro

O planejamento financeiro é uma excelente saída para você que deseja organizar as suas contas. Você pode contar com a ajuda de um profissional especializado no assunto, que vai fazer a diferença dando dicas importantes para a sua economia. Falar com alguém que trabalha assessorando líderes promove resultados satisfatórios no decorrer do tempo. Veja a seguir razões para fazer o seu planejamento financeiro!

Criação de cenários para os próximos meses

As crises são responsáveis por causar enormes dificuldades para os empreendedores. No entanto, ao contratar uma assessoria especializada, os profissionais especialistas apontam novas possibilidades de investimentos para que o seu dinheiro não fique estagnado. Eles projetam cenários para você saber quando e onde pode apostar os recursos para obter retorno nos próximos meses.

Geração de oportunidades de renda extra

Além do que já foi mencionado, o planejamento financeiro é de suma importância para a tomada de decisões mais eficientes. Com ele, você vai saber exatamente quanto deve economizar e o montante que pode investir para aumentar a lucratividade da empresa.

Enfim, agora que você já leu nosso guia completo sobre como minimizar os impactos da COVID-19 no seu orçamento, conhece as implicações econômicas causada pela crise que chegou com esse vírus. Aplique as nossas orientações para se prevenir dos impactos negativos que estão afetando a sociedade e podem causar a queda de inúmeros empreendimentos.

A Valor Educação é uma empresa especializada em prestar assessoria e orientar os empreendedores sobre investimentos rentáveis! Deseja saber mais sobre o tema? Baixe o nosso ebook!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *