Investimento para aposentadoria: conheça 4 alternativas!

O planejamento financeiro para a aposentadoria a partir dos investimentos é um tema que merece muita atenção. Se você tem acompanhado as decisões políticas nos últimos anos, sabe que a Previdência Social do INSS vem passando por reformas em diferentes governos.

Os motivos são muitos. Por exemplo, o aumento da expectativa de vida populacional e as mudanças na pirâmide etária brasileira. Com maior número de idosos e menor quantidade de jovens, fica difícil seguir com as mesmas regras para aposentadoria.

Assim, confiar o seu futuro apenas no INSS é algo bastante arriscado. Afinal, você não sabe como a Previdência estará até lá. Então, que tal saber mais sobre como se preparar melhor com investimentos?

Confira 4 alternativas de investimentos que podem ser úteis para um futuro muito mais tranquilo. Vamos lá?

Por que é importante planejar a aposentadoria?

Antes de apresentar opções de investimentos, vale a pena reforçar a relevância da preparação para a aposentadoria. Tomar as rédeas do seu planejamento de futuro é a melhor forma para garantir que, de fato, você viva com tranquilidade quando sair do trabalho.

De modo geral, a renda da Previdência Social representa um valor menor do que as pessoas recebem quando estão na ativa. Assim, já temos um motivo central para buscar outras fontes de renda passiva e ter mais qualidade de vida.

Afinal, enfrentar uma diminuição de renda logo no período de aproveitar décadas de trabalho não parece interessante, certo? Ainda que você possa contar com a aposentadoria do INSS ou outro modelo, vale a pena também complementar o valor.

Os investimentos são um caminho fértil para isso. Aportar dinheiro ao longo do tempo possibilita que você construa um patrimônio e não precise continuar trabalhando ou buscando rendas extras ativas para sua rotina de aposentado.

4 Investimentos para aposentadoria

Depois de entender que é possível — e importante — pensar em um investimento para aposentadoria, conheça 4 opções que podem ser interessantes para a sua carteira!

1. Previdência Privada

Os planos de Previdência Privada estão entre os investimentos mais conhecidos para a aposentadoria. Afinal, o foco deles é esse e o próprio nome indica sua especificidade.

Assim, diversos brasileiros estão buscando a Previdência Privada como forma de complementar a renda ao se aposentar. Os planos funcionam, basicamente, a partir da definição de um período de acumulação de capital e de outro de usufruto.

Há grande diversidade de alternativas disponíveis para os investidores. Na hora de pesquisar e analisar as opções, é importante ficar atento a alguns aspectos. Por exemplo, o perfil de risco, as regras de aporte e resgate etc.

Além disso, mesmo quem pretende fazer uma Previdência Privada ou já tem um plano pode se beneficiar muito de considerar outros investimentos para saber como montar uma carteira para aposentadoria. Desse modo, você diversifica suas escolhas e otimiza os resultados.

2. Tesouro IPCA+

Outra opção para investir para aposentadoria é um título público do programa Tesouro Direto. A plataforma do Governo Federal foi criada para oferecer mais acessibilidade aos investidores que desejam investir em títulos de renda fixa.

No caso do Tesouro IPCA+, uma das principais vantagens que ele oferece a quem busca renda passiva para se aposentar é a rentabilidade sempre acima da inflação. Como o plano é de longo prazo, você se beneficia da certeza de ter rendimentos reais ao longo do tempo.

Ou seja, não há o risco de que seu dinheiro apresente rendimentos menores do que a inflação e perca poder de compra em algum momento. O motivo é que o Tesouro IPCA+ apresenta taxa de juros híbrida: o percentual de inflação + uma taxa prefixada.

Há dois tipos diferentes de títulos disponíveis: em um existe o pagamento de cupons semestrais de juros e no outro a rentabilidade é agregada no resgate. A escolha por cada um depende das suas preferências.

Por exemplo, o pagamento dos cupons semestrais apresenta a vantagem de receber renda passiva a cada 6 meses. De outro lado, optar pelo segundo tipo faz com que haja maior ação dos juros compostos ao longo do tempo.

3. Ações

As ações também podem estar entre os melhores investimentos para aposentadoria. Inclusive, muitos fundos de Previdência Privada têm uma estratégia de investimentos nos papéis da bolsa de valores.

É possível montar uma carteira de ações visando oportunidades de longo prazo. Em especial, a valorização dos papéis durante os anos e o recebimento de proventos — que são parcelas da distribuição de lucros das empresas.

Quando você adquire e mantém ações, está se tornando acionista de uma companhia. Assim, os resultados positivos do negócio podem lhe trazer lucro tanto com a valorização do preço dos papéis quanto com a distribuição de dividendos.

Os proventos são compartilhados com os sócios de acordo com regras estabelecidas pela própria empresa. Assim, na frequência que ela determinar, cada acionista recebe um valor proporcional à quantidade de ações que tem.

4. Fundos de investimento

Por fim, quem se pergunta onde investir para aposentadoria tem outra opção relevante: os fundos de investimentos. Eles podem ser muito diversos, principalmente em relação aos perfis de risco e às estratégias adotadas.

Há fundos focados na renda fixa, por exemplo, servindo bem a pessoas conservadoras que querem se expor a menos riscos. De outro lado, existem aqueles mais moderados ou arrojados, disponíveis para escolha de quem tem maior abertura ao risco – como os fundos imobiliários (FIIs) e fundos de ações.

Os fundos são uma modalidade coletiva de investimentos. Funciona semelhante à ideia de condomínio: os participantes adquirem cotas do fundo e se tornam cotistas sobre administração de um gestor.

O gestor do fundo é um especialista em investimentos e fica responsável por tomar as decisões sobre como e onde investir — seguindo, claro, a estratégia adotada no prospecto. Assim, os investidores participam dos resultados obtidos, de acordo com as regras de cada fundo.

Como investir para aposentadoria?

Como você viu, existem diversas opções — e não apenas um melhor investimento para aposentadoria. Você precisa ter alguns cuidados para saber decidir entre as alternativas que citamos e outras que o mercado financeiro apresenta.

Um deles é avaliar o seu perfil de investidor e os seus objetivos. Cada investimento deve se adequar ao que você busca. Assim, fica mais fácil não se expor a riscos maiores do que deseja e nem se frustrar fazendo escolhas equivocadas.

Além disso, não deixe de conhecer muito bem cada opção considerada antes de decidir. Também vale a pena fazer investimentos diversificados para a aposentadoria — mesclando oportunidades de rentabilidade e riscos diferentes em uma carteira única.

E então, o que você achou deste conteúdo? Deixe sua opinião ou dúvida nos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *