Investir em BDRs: saiba tudo sobre este investimento!

Investir no exterior não precisa ser uma tarefa burocrática, complexa ou cara. Para desmistificar o assunto, já existem alternativas voltadas para quem deseja ter mais praticidade nesta jornada. Por exemplo, a opção de investir em BDR.

Trata-se de um investimento com características especiais, que têm lastro em ativos do exterior, mas conta com aprovação do Conselho de Valores Mobiliários (CVM) para ser negociado na bolsa. Então, há como aproveitar o potencial de empresas estrangeiras sem tirar seu capital do Brasil.

Quer aprender como investir no exterior? Então venha conferir tudo o que você precisa saber sobre BDRs neste artigo!

O que são BDRs?

Sigla para Brazilian Depositary Receipt, o BDR é um investimento de renda variável que permite ao investidor começar a alocar capital no mercado internacional. Basicamente, é uma forma de investir em ações de empresas no exterior por meio de “recibos” que têm lastro nos papéis das empresas.

A emissão de BDRs depende de uma instituição depositária. Ela é a responsável por adquirir as ações internacionais e criar o BDR como um “espelho”. Então, a instituição financeira tem a custódia, mas o título fica devidamente protegido e bloqueado de negociações.

Quem investe em BDRs pode ter ganhos em algumas situações. Uma delas é a distribuição de dividendos pelas empresas. Quando isso acontece, a instituição depositária redistribui parte do valor para os investidores que têm os certificados.

Outra possibilidade de lucro é pela valorização da própria BDR, em um momento de alta e de preço maior que o da compra. Geralmente, o movimento de preços acompanha o da ação internacional. Assim, se houver valorização é possível obter lucro vendendo os certificados.

Além disso, há a influência do câmbio. Mesmo sendo negociado em Reais na bolsa brasileira, o BDR tem seu preço ligado ao Dólar. Assim, pode acontecer de você fazer o aporte com taxas mais baixas de câmbio e lucrar com ele no momento de vender os BDRs.

Quais são os tipos de BDRs disponíveis no mercado?

Para investir no exterior com BDR, é essencial conhecer os tipos disponíveis. Basicamente, há dois grupos: os patrocinados e os não-patrocinados.

Um BDR patrocinado é aquele cuja criação partiu do interesse da própria empresa estrangeira. Ou seja, a companhia com ações negociadas externamente procurou uma depositária no Brasil e fechou um acordo para ofertar os certificados.

Já os BDRs não patrocinados respondem pela maioria das opções existentes. Nesse caso, o interesse não partiu do empreendimento com ações negociadas externamente, mas sim da instituição depositária.

Há, ainda, classificações dos BDRs em nível I, II ou III. Eles se referem a alguns detalhes de funcionamento. Por exemplo, a necessidade de inscrição ou não na CVM.

Quais são as vantagens de investir em BDR?

Escolher o BDR como um dos investimentos da sua carteira traz diversos benefícios. Pode ser uma forma de reforçar o seu patrimônio, ter resultados financeiros positivos e até mesmo trazer mais diversificação e proteção.

Confira as principais vantagens desta opção de investimento a seguir!

Acesso a empresas estrangeiras

Um dos pontos positivos de investir em BDR é poder aproveitar o crescimento de marcas mundialmente reconhecidas. Com a compra dos certificados, é possível lucrar com a performance de empresas como Amazon, Apple, Microsoft, Facebook e assim por diante.

Há dezenas de outros negócios que são bem conhecidos e que, principalmente, costumam oferecer um desempenho que atende à maior parte dos anseios de quem deseja investir na bolsa. Além disso, você pode se expor a economias mais fortes do que a brasileira.

Praticidade

Outro benefício do BDR é ser um caminho prático para quem deseja começar a investir no exterior. Para realizar seus aportes não é preciso ter uma conta em uma corretora estrangeira e nem passar por toda a burocracia em relação à remessa de câmbio.

O tempo entre escolher o BDR e ver o seu dinheiro aportado se torna menor. Assim, é viável dinamizar a sua atuação no mercado financeiro. Embora representem ações estrangeiras, a negociação é feita na bolsa brasileira, de forma online e em reais.

Essa também é uma forma de vencer as barreiras de idiomas diferentes ou de exigências complexas para os investimentos de estrangeiros. Com as decisões adequadas e alinhadas ao seu perfil e às condições de mercado, há como unir performance, rentabilidade e praticidade.

Diversificação

Por fim, outra vantagem é proporcionar mais diversificação de carteira. Afinal, apesar de tudo acontecer apenas no Brasil, seu dinheiro estará atrelado a ativos de empresas internacionais, que se expõem a economias diferentes da nossa.

Então, é possível otimizar a redução nos riscos da sua carteira por meio da exposição internacional. Investir apenas em ativos brasileiros lhe deixa muito vulnerável a problemas que aconteçam no mercado do país.

Por falar nos riscos, o investimento em BDR promove segurança institucional. Isso acontece porque os certificados ficam disponíveis no ambiente da B3, cujas regras também se aplicam a eles. Com isso, você tem a certeza de que tudo é negociado de forma legítima e protegida.

Como investir no exterior com o BDR?

Para aproveitar tudo o que a alternativa oferece e os seus principais aspectos positivos, é hora de saber como investir em BDR. O mais indicado é começar reconhecendo o seu perfil de investidor e conferir como as opções disponíveis do mercado se encaixam nos seus objetivos.

Depois, é preciso abrir uma conta em uma corretora — que atua como intermediária — para lhe dar acesso ao ambiente da bolsa de valores. Dessa forma, você poderá acessar o home broker e ver as alternativas de investimentos existentes na B3.

As negociações de BDRs se dão a partir do ticker de cada certificado. O código é composto por 4 letras, que indicam a empresa, e números que mostram o tipo de BDR ao qual se refere. Depois de selecionar o certificado desejado, basta emitir uma ordem de compra.

Lembre-se de que é interessante acompanhar as notícias de mercado – e, claro, seus próprios planos e objetivos – para saber quando é o momento de adaptar a estratégia ou mesmo de vender os títulos que você comprou. Com isso, fica mais fácil atingir suas metas com os investimentos.

Quem pode comprar BDRs?

Vale destacar também que, em 2020, a tarefa de investir em BDRs se tornou mais acessível a pequenos investidores.

Antes, muitos BDRs eram direcionados apenas para investidores qualificados (com capital maior que R$ 1 milhão ou com certificado para atuação no mercado financeiro).  Agora, qualquer investidor pode aproveitar o potencial que a modalidade oferece.

Como você viu, investir em BDR é uma alternativa diferenciada e muito mais simples para aqueles que desejam expor uma parte do seu patrimônio ao exterior. Afinal, ela permite explorar as oportunidades do mercado externo sem sair da B3.

Então não deixe de considerar esta opção e avalie se ela é adequada ao seu perfil e objetivos ao decidir como investir!

Conhece alguém que também vai gostar de conhecer a alternativa que apresentamos sobre o BDR? Compartilhe o post nas suas redes sociais e marque os seus amigos investidores!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *