O exercício de olhar as empresas no longo prazo

Por Thiago Goulart – Editor do Blog Valor Educação

 

É sabido que todo investidor em momentos de incerteza torna-se naturalmente mais defensivo quanto à composição de sua carteira. Se falarmos do investidor em Renda Variável então… A busca por proteção de patrimônio, a fim de conter perdas é ato contínuo.

Em vista disso, o momento atual nos ensina que entender os movimentos do mercado não é tarefa simples, mas é essencial o exercício de olhar as empresas no longo prazo.

Todos anseiam pela compreensão instantânea do mercado, assim como das economias para perseguir um desempenho acima do desejado. Para isso, é preciso antecipar-se aos desdobramentos da crise.

Evite imediatismos e olhe para o futuro

O primeiro ponto que gostaria de chamar a atenção é sobre o fato de que, como investidor, precisamos superar os imediatismos e olhar para o futuro.

Mais uma vez: a tarefa não é simples.

Ponto importante: focar em empresas cujo modelo de negócio seja sustentável, boa governança, ética face à crise e que possua como valor a consistência no longo prazo.

Estar atento às companhias que têm reagido neste período com medidas de combate à Covid-19 sinaliza boas promessas. Alguns pontos:

. Proteção de seus colaboradores;

. Doações à medida do possível;

. Negociação de prazos melhores com os fornecedores;

. Demonstração de comprometimento e resiliência com os stakeholders.

O exercício em projetar o longo prazo é sempre desafiador. Ao mesmo tempo, empresas comprometidas com esses valores costumam despontar em seus setores com resultados sólidos.

Empresas e líderes

A coesão dos fatores citados acima gera líderes que assumirão participações cada vez mais relevantes no mercado pós-crise.

Empresas com tal perfil ajudam a fortalecer a economia do país. Há, dentre elas, algumas que despontam por serem catalisadoras da economia digital, contribuindo para que outras prosperem sem interação presencial, como as fintechs.

Tem sido o caso também de empresas que oferecem educação acessível com recursos para o ensino digital. As que atuam no e-commerce são exemplos naturais, além das de saúde com assistência médica de qualidade e preços competitivos.

Olhar para o futuro. Pensar em empresas que enxergam à frente. Estar dois, três, quatro, cinco anos adiante. Para “descobrir” empresas de sucesso no futuro, é preciso conectar seu olhar ao das empresas que também pensam no por vir.

Não cabe aos investidores perspectivas estreitas. Essa é uma das lições que estamos aprendendo neste momento. Sabemos que uma barafunda de informações chega até a nós, dificultando separar o joio do trigo.

Informações preciosas

Para isso, é válido frequentarmos os sites de assets cuja equipe de especialistas e gestores realizam ao menos uma carta mensal aos seus cotistas, fornecendo-nos de maneira acessível análises responsáveis.

Segue uma lista de gestoras importantes, suas cartas e relatórios disponíveis para apreciação:

. Dahlia Capital – https://www.dahliacapital.com.br/carta-de-gestao

. Verde Asset  – https://www.verdeasset.com.br/conteudo/

. Constellation Asset – https://constellation.com.br/pra-voce/acoes/

. Alaska Asset – https://www.alaska-asset.com.br/cartas/

. Accam Brasil – http://occambrasil.com.br/conteudos/

Há muitas outras assets com conteúdos relevantes. Essas são apenas algumas às quais compartilho.

Um recado

Para você, investidor. Lembre-se disso:

Ao adotar visão de longo prazo, as perspectivas positivas superam as negativas. Mesmo na crise!

Thiago Goulart

Editor do Blog Valor Educação

>> Professor e jornalista pela PUC-SP com ênfase em economia.

e-mail: tgoulart@valorinvestimentos.com.br

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *