O que é CDB? Entenda como funciona

O CDB (Certificado de Depósito Bancário) é um dos títulos mais populares da Renda Fixa. Ele é emitido por bancos, com a finalidade de captar dinheiro para conceder empréstimos. Além disso,tem taxa de rentabilidade definida, a partir do período estabelecido por você.

O CDB tem sido mais rentável que a Poupança, possui a mesma segurança e é garantida pelo FGC (Fundo Garantidor de Crédito). Pode ser indexado ao CDI ou ao IPCA, ou então pode ter taxa fixa (pré-fixado)

Por ser um título privado em Renda Fixa, o CDB funciona como um empréstimo que o investidor concede aos bancos, para que eles possam captar recursos. Dessa forma, podemos dizer que os investimentos em Renda Fixa, assim como o CDB, são como empréstimos ao contrário.

Como assim?

Ao invés de pegarmos dinheiro emprestado com o um banco, é o banco que pega o empréstimo conosco. Essa dinâmica de investimento varia entre as instituições financeiras que emitem os títulos e a forma como são acordados o pagamento e a taxa de juros.

Como observação, é importante ressaltar que:

O EMISSOR sempre será o banco;
O INVESTDOR sempre receberá o dinheiro corrigido por uma taxa de juros ao final do período acordado.

Outro quesito relevante é que não há necessidade de investir somente em grandes bancos. É preciso também ficar atento aos bancos menores, cuja rentabilidade pode ser melhor e maior com a mesma segurança dos grandes.

O CDB possui a mesma segurança que a Poupança?

Sim, investir em CDBs é muito seguro. É bom lembrar que o dinheiro investido não fica restrito a uma conta específica do banco, mas em uma conta muito maior.

Sem contar o fato de que caso o banco o qual você esteja atrelado venha a quebrar, o risco de crédito é garantido por um órgão muito importante no mercado, ou seja, o FGC (Fundo Garantidor de Crédito)Será justamente o FGC que restituirá seu dinheiro investido, protegendo-o contra possíveis perdas.

Esse é um elemento importante que todo investidor deve ter: conhecer as instituições financeiras antes de investir. Ficar de olho nas notícias que envolvem balanços, metas alcançadas ou perspectivas futuras são um bom termômetro para você alocar com maior segurança.

Aqui, é válida uma pausa para fala um pouco mais sobre o Fundo Garantidor de Crédito. É o FGC que assegura outras modalidades de investimentos mais rentáveis que a Poupança. Isso significa dizer que produtos como CDB, LCI, LCA ou LC são garantidos pelo FGC.

Assim, o FGC garante até R$ 250 mil por CPF e por instituição financeira, não ultrapassando R$ 1 milhão por investidor a cada 4 anos. Caso a instituição bancária em que uma pessoa investiu deixar de existir, você tem a garantia de receber o dinheiro aplicado de volta.

E qual é o prazo indicado para o CDB?

Saiba de antemão que, quanto mais tempo o seu dinheiro ficar emprestado ao banco, maior será a rentabilidade.
Dito isso, é bom destacar também que o prazo de carência do CDB é a junção entre o vencimento do seu título com sua liquidez. Em outras palavras, é o prazo que seu dinheiro deve permanecer no banco.

Por outro lado, é possível encontrar um CDB com prazos de acordo com seu estilo. Assim, é sempre válido conversar com um assessor de investimentos  para que ele possa adequar o investimento ao seu perfil.

Existe valor mínimo para investir em CDB?

O valor mínimo varia de corretora para corretora. Mas normalmente o aporte inicial são R$ 1 mil. No entanto, é possível encontrar títulos de bancos menores por menos do valor citado anteriormente até papéis que custam mais de R$ 20 mil.

Quais são os tipos de CDB?

Existem 3 principais tipos de CDBs e cada um deles pode adequar-se melhor ao seu perfil. São diferentes na forma em que entregam o rendimento aos investidores, ou seja, como a taxa de juros incide sobre o título. Vamos aos tipos de CBDs:

CDB prefixado

Neste caso, é sabido o rendimento na hora da compra. Aqui, a rentabilidade será fixa e predeterminada.

CDB pós-fixado

Já este CDB, o investidor aposta na variação de juros. Neste caso, é comum deparar-se com termos “CDB DI” ou “CDB CDI”. Em outras palavras, isso quer dizer os bancos fazem empréstimos de curta duração entre eles e a lógica se parece com a do CDB, mas não há investidores envolvidos, somente os bancos.

Por isso os bancos utilizam o CDI (Certificado de Depósito Interbancário), a fim de determinar quanto irão pagar no futuro para seus investidores. Isto é, estabelecem uma taxa pós-fixada apara seus títulos.

CDB híbrido

Aqui, a proteção do investidor é sobre a inflação. Neste caso, os papeis estão atrelados à inflação. Este tipo de CDB acompanha as variações de IPCA (índice utilizado para medir a inflação do país). Além da variação do IPCA, esses títulos pagam uma taxa fixa determinada antecipadamente, isto é, prefixada.

Um comentário em “O que é CDB? Entenda como funciona

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *