Veja porque a previdência é um investimento seguro e rentável para você e sua família

É normal que quem decide colocar seu dinheiro um plano de previdência privada veja o apenas como uma espécie de seguro ou pensando em garantir uma aposentadoria mais tranquila. E não há nenhum problema nisso, principalmente quando pensamos nas mudanças constantes pela qual passa a previdência social.

No entanto, tal visão desconsidera que a previdência é um investimento muito interessante para investidores de diversos perfis. Dessa forma, este artigo explicará como funcionam os planos de previdência privada e qual a vantagem de contar com eles na carteira. Boa leitura!

Como funcionam os planos de previdência privada?

Os planos de previdência privada são investimentos que permitem o acúmulo de recursos no longo prazo, visando a garantia de uma fonte de renda quando chegar a hora de parar de trabalhar.

Esses planos também são chamados de previdência complementar, uma vez que servem de complementação à previdência social, aquela que todos os trabalhadores contribuem de forma compulsória a partir do desconto na folha de pagamento.

A principal desvantagem da previdência social é que ela funciona com base no princípio de repartição: quem está no mercado de trabalho hoje paga as aposentadorias de quem já parou de trabalhar.

Esse mecanismo costuma gerar rombos no sistema previdenciário, que precisam ser cobertos com recursos de outras áreas do Estado e fazem com que a necessidade de reformas apareça de tempos em tempos, sob risco de colapso nos pagamentos.

Existem dois tipos de planos de previdência privada: o VGBL (Vida Gerador de Benefício Livre) e o PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre). A diferença substancial entre eles se dá na forma como o imposto de renda é cobrado.

No VGBL, o desconto se dá apenas sobre o rendimento, no momento do resgate. Já no PGBL, o cálculo do abatimento é feito sobre o valor integral. Por outro lado, quem escolhe essa opção pode deduzir até 12% dos aportes feitos nas declarações anuais de imposto de renda.

Para contratar um plano de previdência privada é necessário arcar com algumas taxas: as mais comuns são a taxa de administração (que incide sobre o montante total investido anualmente) e a taxa de carregamento (cobrado sobre cada aporte feito).

Em caso de morte do titular do plano, o dinheiro normalmente é repassado aos dependentes ou beneficiários que tenha sido indicados em vida por ele. Esse processo sucessório costuma ser rápido, uma vez que normalmente os recursos investidos nessa modalidade não são incluídos em inventário.

Porque a previdência é um investimento?

Todo dinheiro colocado em um plano de previdência privada é investido em aplicações no mercado financeiro, de forma muito similar ao que acontece com os fundos de investimento.

Normalmente, a empresa administradora do plano faz isso por meio de uma combinação de diferentes ativos, de modo a fazer com o dinheiro alcance uma boa rentabilidade. Desse modo, um plano de previdência privada por ser alocado em fundos mais conservadores, moderados ou agressivo, o que também altera o risco da aplicação. Logo, esse é um aspecto interessante a ser considerado.

Quais são as vantagens da previdência privada?

As estratégias de investimento adotadas pelos planos de previdência privada fazem com eles tenham rentabilidade consideravelmente melhores que boa parte das opções de renda fixa disponíveis no mercado. Isso é ainda mais claro quando pensamos na caderneta de poupança, muito popular entre os brasileiros.

Além disso, os planos de previdência privada tem outras vantagens. Eles são extramente confiáveis e com risco muito baixo, não tem a cobrança de tributos pelo chamado come-cotas (o que acontece nos fundos de investimento) e ainda usufruem de algumas vantagens tributárias, como a possibilidade do abatimento dos aportes no imposto de renda ou ainda a chance de escolher a tabela de alíquotas a serem cobradas.

Diante disso, a previdência é um investimento muito interessante, principalmente para quem está visando o longo prazo. Para obter os melhores resultados, se planeja, compare taxas e busque planos mais adequados ao seu perfil. Assim, as vantagens serão aproveitadas de forma muito melhor.

Gostou do conteúdo? Então ajude ele a chegar mais longe compartilhando-o nas suas redes sociais agora mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *