Quer iniciar 2020 com o pé direito? Comece a investir!

Um novo ano está começando e é muito comum que essa seja uma época de pensar no que passou e planejar mudanças. Assim, renovam-se pedidos e esperanças para um ciclo melhor — principalmente na área financeira.

Se você quer iniciar o ano novo mudando sua relação com o dinheiro, temos a melhor estratégia! É hora de investir em 2020! Existem diversas opções para sua escolha e é possível encontrar ótimos resultados com elas.

Quer saber mais? Confira as dicas para começar seus investimentos com o pé direito nesse ano que está chegando!

Conheça as vantagens de investir

Antes de tudo é preciso se convencer de que os investimentos são uma boa alternativa. Afinal, fica difícil se esforçar para realizar algo no qual você não acredita, certo? Mas esse não é o caso aqui! Pode ter certeza de que essa prática muda sua vida para melhor.

Uma das principais vantagens que o ato de investir traz é a organização financeira. Isso porque essa é uma etapa essencial para que seja viável comprar ativos financeiros. Então, quem investe tem um estímulo a mais para manter o orçamento sobre controle.

Outro grande benefício, claro, é ganhar mais dinheiro. Suas escolhas de investimentos – especialmente se forem feitas de forma eficiente – podem trazer ótimos rendimentos no futuro. Assim, o valor investido trabalhará por você.

Tudo isso é capaz de agilizar a realização de suas metas, sejam elas de curto, médio ou longo prazo. Imagine como fica mais fácil comprar um carro ou fazer uma viagem quando é possível contar com a rentabilidade de um investimento!

Defina objetivos

O seu sucesso ao investir em 2020 dependerá, em grande parte, do que você deseja para o futuro. Ter objetivos definidos é indispensável, pois sem eles se torna complicado pensar nas melhores estratégias e escolher os investimentos mais adequados para o seu caso.

Ou seja, o planejamento eficiente dos investimentos depende desse primeiro passo. O que você deseja ao se tornar investidor? Quer realizar sonhos de consumo? Pensa em alcançar a independência financeira? Tem a meta de construir um patrimônio familiar?

Nossa sugestão é que você pense nessas perguntas e liste diversos objetivos. Mesmo que eles tenham prazos diferentes. Muitas pessoas acreditam que é necessário focar em uma meta de cada vez, mas não é bem assim.

Seus investimentos podem ser organizados de forma a possibilitar a conquista de objetivos diferentes. Por exemplo, incluindo na carteira ativos que visem a troca do seu veículo, outros voltados para viagens, mais alguns para viabilizar sua independência no futuro, etc.

Identifique seu perfil de investidor

Um conceito fundamental quando se fala sobre mercado financeiro é o perfil de investidor. Cada pessoa tem expectativas diferentes em relação a investir, certo? Além disso, cada uma tem uma maneira própria de encarar os riscos desses investimentos.

É por isso que existem perfis de investidores diferentes. Há três grupos, que são: conservador, moderado e arrojado. Eles dizem respeito, principalmente, à sua abertura ou não para correr riscos em busca de rentabilidade.

O perfil conservador é o menos propenso a isso. Para pessoas desse grupo, a segurança é o aspecto mais procurado. Assim, elas aceitam limitar seus ganhos para ter maior tranquilidade de que não perderão o dinheiro investido.

Os investidores moderados se sentem um pouco mais atraídos ao risco. Eles entendem que enfrentar o medo de perder seu dinheiro talvez seja vantajoso, já que pode ser uma forma de aumentar seus rendimentos.

Entretanto, o perfil moderado ainda dá grande importância para a segurança. Enquanto isso, investidores arrojados têm menor apego a essa questão. Eles buscam ganhos maiores, aceitando também arriscar mais o seu dinheiro.

Percebe como os perfis têm diferenças relevantes? Existem investimentos adequados para cada um deles. Assim, você tem a possibilidade de encontrar as alternativas que melhor atendem aos seus interesses.

Saiba mais sobre os investimentos

Como estamos falando sobre risco e rendimento, vale a pena destacar que o mercado financeiro apresenta inúmeras opções para quem quer começar a investir em 2020. Então, saber mais sobre elas é fundamental.

Um conhecimento que você deve ter antes de começar é sobre a relação entre risco e ganho. Em geral, há uma proporcionalidade desses dois aspectos. Isto é, alternativas mais seguras costumam oferecer menores rentabilidades.

Essa proporção está mais evidente nos últimos anos no Brasil, por conta da queda da taxa de juros. Com isso, os investimentos mais seguros passaram a oferecer menos rendimentos — o que fez com que muitas pessoas considerassem correr maior risco em 2020.

Conheça algumas diferenças entre renda fixa e renda variável para entender mais esse assunto.

Renda fixa

Os investimentos de renda fixa são um grupo considerado mais seguro, pois há menor instabilidade em relação à perspectiva de rendimento. As aplicações desse tipo oferecem menos riscos, quando comparadas às de renda variável.

O maior exemplo de segurança é encontrado no Tesouro Direto — a plataforma de investimentos do Governo Federal. Nesse caso, a tranquilidade de não perder dinheiro é gerada pelo fato de se emprestar dinheiro à instituição mais sólida de um país – o próprio Governo.

Além disso, a maioria dos títulos de renda fixa privada, por sua vez, conta com uma proteção a mais: o Fundo Garantidor de Crédito. Ele tem o papel de ressarcir os investidores, caso o banco ou instituição financeira enfrente problemas financeiros.

Renda variável

Os investimentos de renda variável não apresentam os mesmos fatores de segurança que citamos. Pelo contrário, eles passam por uma instabilidade muito maior, pois o retorno dos ativos depende diretamente do mercado financeiro.

Dessa forma, ao investir em ações, por exemplo, você se expõe às oscilações que os papéis passam ao longo do tempo. Entretanto, esse risco maior também está relacionado a melhores oportunidades de ganho.

Com boas estratégias e um apetite maior a riscos, a renda variável pode lhe trazer ótimos rendimentos, pois não apresentam os limites da renda fixa. Por isso, a queda de juros no cenário brasileiro tem chamado cada vez mais atenção para essas opções.

Seja em renda fixa ou variável, o fato é que vale a pena começar a investir em 2020. Inicie o ano novo com o pé direito ao estudar mais esse assunto e fazer suas primeiras escolhas de ativos financeiros!

Quer seguir aprendendo para investir bem no próximo ano? Então aproveite para saber mais sobre as ações, um dos melhores investimentos do mercado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *